22 de janeiro de 2020

Indice de infestação pelo Aedes Aegypti é de 3.2 % em Mamborê

A Secretaria municipal de saúde de Mamborê, por meio do setor de vigilância em saúde ambiental ( Combate de Endemias), realizou o novo levantamento de índices - LIRAa, entre os dias 13 e 17 de Janeiro de 2020, apresentando um alto índice de infestação pelo aedes aegypti de 3.2 % estando em situação de alerta, o risco de surto de dengue, zika e chikungunya, sendo que no último levantamento foi realizado no mês de outubro de 2019 e o resultado foi de 1,3%.
Os focos estão concentrados concentrados em locais com lixos em geral, bebedouros em geral, pneus, depósito ao nível do solo para coleta e armazenamento de águas, tais como cisterna, tambores etc... Conforme o programa LIRAa que tem como base o número de imóveis, foram gerados dois estratos que indicou o um índice de infestação com depósito predominante e com focos.

A secretaria municipal de saúde e o setor de endemias alertam a toda a população mamboreense, para a necessidade de maior colaboração e conscientização quanto a separação e destinação adequada dos lixos, que se encontram dentro dos quintais e nos terrenos baldios.

Devido à grande quantidade de terrenos baldios em nosso município e que se encontro com matagal e abandonados pelos proprietários, onde foram encontrados diversos depósito com larvas do vetor, sendo que a falta de limpeza e manutenção dos mesmos trazem outros tipos de vetores e animais peçonhentos, colocando em risco aos moradores ao redor.

A secretaria alerta para que todos os proprietários realizem a limpeza dos seus terrenos, informando que é proibido a realização da capina química, todos os terrenos do município estão sendo fiscalizado pela equipe de endemias, no objetivo de diminuir ir os focos, trazendo mais segurança a saúde pública da população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário