2 de maio de 2022

Polícias de Mamborê e Campo Mourão, cumpriram mandado de busca e prisão

Na manhã de sexta-feira (29/004/2022), a equipe da Polícia Civil e Polícia Militar de Mamborê e
Campo Mourão, cumpriram dois mandado de busca domiciliar em Mamborê e dois mandado de
prisão e busca na cidade de Campo mourão bem como a busca na cedeia publica II de Campo
Mourão, contando com mais de 20 policiais além de cão farejador.

De acordo com o Delegado de Polícia Civil de Mambore, Dr. Anderson Sérgio Romão, as
investigações se iniciaram quando houve uma denúncia que um indivíduo de Campo Mourão havia transportado drogas para Mamborê e entregue em um morador desta cidade para este realizar novas vendas.




Segundo as investigações um indívíduo que já estava preso na cadeia pública de Campo Mourão II,
pelo crime de tráfico de drogas, continuava comandando o tráfico. Para isso ele determinava o
armazenamento de drogas em um parceiro e um outro era responsável por distribuir por toda a
região, incluindo Mamborê. De posse dessas informações foi representado pela busca e prisão dos investigados o qual foi deferido pelo Poder Judiciário após paracer favorável do Ministério Público.



Durante a operação foram presos quatro indivíduos. Em uma das residências em Campo Mourão foi
localizado mais de 30 quilos de maconha, além de haxixi, crack e cocaina. Na penitenciária foi
localizado o celular com o preso investigado, provavelmente utilizado para comandar o tráfico.


A policia informa que a pessoa investigada pelo tráfico em Mamborê é o senhor K.V.M.M, no qual esta com o mandado de prisão em aberto e encontra-se atualmente foragido. Dessa forma, solicita para a população que caso saiba o paradeiro deste informe as autoridades para que se cumpra a ordem judicial.



Por fim, o Delegado de Policia Civil, Anderson Sérgio Romão, ressaltou que a Polícia Civil de
Mamborê vai continuar trabalhando sem medir esforços para retirar do convívio social aquelas pessoas que representam um risco para a sociedade e os crimes ocorridos não ficarão impunes e serão devidamente investigados. Ainda esclareceu que a população da região pode contribuir repassando informações para auxiliar os trabalhos policiais a identificar e prender suspeitos de outras práticas criminosas. As denúncias podem ser feitas para o número (44) 33568-1341/9.9832-1618. O sigilo e o anonimato são garantidos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário