19 de novembro de 2021

Suspeitos pela morte de homem em banheiro público são presos pela policia de Mamborê

No início da tarde desta sexta-feira 19 de novembro de 2021, a equipe da polícia militar do destacamento de Mamborê, foi informada de que um morador identificado como L.M.F, estava sendo perturbado por a pessoa identificada como E.F.A. Segundo informações a pessoa de E.F.A, estava se escondendo, informando que havia matado uma pessoa e estava com medo de sofrer represálias.

Diante da situação o senhor L.M.F,  com medo de ir alguém atrás de E.F.A, em sua residência e acabar ferindo a si mesmo ou seus familiares, procurou ajuda junto à equipe policial. De imediato os policiais militares se deslocaram até a sua residência, ao chegar lá foram informados de que E.F.A, não se encontrava mais no local e havia se deslocado para a residência de sua mãe no conjunto Mamboreense.

Diante dos fatos foi verificado junto ao investigador de plantão da Delegacia da Polícia Civil de Mamborê e constatado que havia em aberto contra a pessoa de E.F.A,  um mandado de prisão, expedido pelo juiz da comarca, pelo crime de homicídio, ocorrido no último domingo dia 14, onde o jovem Divonsir dos Santos, foi brutalmente assassinado a pauladas em um banheiro público em frente à igreja matriz de Mamborê. Além do mandado contra E.F.A, também havia sido expedido mandado de prisão contra V.D.O.C,  também acusado de ter participação no crime.

Diante dos fatos a equipe policial realizou diligências localizou e abordou os dois acusados os quais foram informados do mandado de prisão, sendo lido seus direitos constitucionais e na sequência encaminhado à Delegacia da Polícia Civil de Mamborê e já na sequência  foram encaminhados para a Cadeia Pública de Campo Mourão, onde permanecerão a disposição da justiça.

No domingo dia 14 os dois já haviam sido presos pela equipe policial, mas foram soltos diante da confissão de uma terceira pessoa que estava com a dupla, mas o decorrer da semana a equipe da polícia civil abriu uma linha de investigação sobre o crime, sendo levantando indícios da participação dos suspeitos junto com a terceira pessoa, que já se encontrava presa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário