25 de junho de 2021

Duplo assassinato em Fênix, suspeitos são detidos e veículo apreendido

No final da noite da ultima quinta-feira dia dia 24 de junho, um duplo homicídio foi registrado na cidade de Fênix. O local onde aconteceu o crime é conhecido como bar do Nilson, no bairro Chatuba.  De acordo com as primeiras informações, três criminosos armados teriam chegado ao local minutos antes da meia noite e armados de pistola executaram dois homens que estavam no bar. Um dos homens mortos é conhecido por Sidinei Aparecido Farias. O outro homem morto é conhecido por Adriano Santos. Este seria motorista da secretaria de saúde de Fênix.

Testemunhas disseram que no local haviam quatro pessoas, mais o dono do bar. No momento dos disparos uma das pessoas se deitou debaixo da mesa de sinuca, dois tentaram correr e Adriano foi o primeiro a receber os disparos. Sidinei em seguida levou dois tiros no torax. Antes de fugir os criminosos teriam efetuado mais dois disparos nas vítimas já baleadas, segundo relatos de testemunhas.



As vítimas não tiveram tempo de escapar dos atiradores e morreram no local do crime. Ainda segundo informações de testemunhas, um VW Gol, de cor branca, quatro portas, rebaixado com vidros escuros, teria sido visto na região e pode ter sido usado pelos atiradores para chegar e fugir do local do crime. O mesmo carro foi flagrado por câmeras de segurança, minutos após o crime, entrando na cidade de Barbosa Ferraz. 



Ainda no início da madrugada a Delegacia de Polícia Civil de Barbosa Ferraz informou que o veículo foi visto chegando na cidade. Foi informado que o caso será investigado pela Delegacia de Engenheiro Beltrão.



Com o cerco, ainda no início da madrugada, três moradores de Barbosa Ferraz e um de Fênix foram detidos pela Polícia Militar na cidade de Barbosa Ferraz. O veículo VW Gol também foi apreendido. Os suspeitos e o veículo foram encaminhados ainda na madrugada para a delegacia de Polícia Civil de Engenheiro Beltrão, que é a comarca a que pertence a cidade de Fênix e fica responsável pela investigação do crime.

Coluna do Rato

Nenhum comentário:

Postar um comentário