18 outubro 2019

Ação entre a policia de Mamborê e Piraju/SP prende homicida que estava foragido a 12 anos


A Polícia Civil de Mamborê em parceria com a Polícia Militar e Polícia Civil da cidade de  Piraju/SP,  prendeu na tarde desta sexta-feira (18) um homem identificado como sendo Jairo Ribeiro, de 40 anos de idade suspeito de praticar dois homicídios na cidade de Boa Esperança/PR. De acordo com o Delegado Anderson Sérgio Romão, titular da Delegacia de Polícia Civil de Mamborê, contra o criminoso havia três mandados de prisão em aberto, sendo dois deles por homicídio e um por furto.
O suspeito que estava foragido da justiça do Paraná há mais de 12 (doze) anos, foi capturado na cidade de Piraju, estado de São Paulo, após a realização de intensas investigações.

O foragido é acusado pela Vara do Tribunal do Júri de Campo Mourão/PR por envolvimento no homicídio de Leandro Marcos Gonçalves Torres.  O crime ocorreu no dia 08 de julho de 2007, na cidade de Janiópolis/PR.

O segundo homicídio foi motivado por  desavenças entre o acusado e a família da vítima, e ocorreu em 17 de dezembro de 2007, no Parque de Exposições Municipal da cidade de Boa Esperança/PR, onde a vítima Alex Júnior Gonçalves, irmã de Leandro Marcos, foi morto com um tiro disparado nas costas. Após o crime o autor fugiu para o Estado de São Paulo, onde permaneceu escondido até hoje. 


O terceiro irmão morto foi Thiago Gonçalves, conhecido como Thiaguinho, que foi assassinado a tiros em um posto de combustível de Boa Esperança, no último dia 26 de setembro. Desde que o crime aconteceu Jairo se tornou suspeito, senão participando do homicídio ou como mandante, já que teve envolvimento direto na morte dos dois irmãos. Esse caso ainda está sendo investigado.

Após o mesmo ser preso foram realizado os precedimentos de praxe, o foragido foi encaminhado à Cadeia Pública de Piraju/SP onde permanecerá à disposição da Justiça.

Com a prisão, Jairo Ribeiro irá cumprir pena por um dos homicídios, responder pelo outro e investigado em um terceiro homicídio de irmãos. As mortes teriam sido motivadas por desentendimento entre Jairo e familiares das vítimas. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário