22 de outubro de 2021

PM de Juranda apreende carga de R$ 2 milhões em cigarros e prende dois por tentativa de suborno

No final da tarde de quinta-feira, dia 21/10/2021, por volta das 16h30min, a equipe da polícia militar de Juranda, composta pelo Sargento Willian e o Soldado Tiago, realizava patrulhamento pela região central da cidade de juranda, quando em determinado momento no final da Avenida Paraná avistou um caminhão da cabine cor preta com a carga alta, o motorista ao avistar a viatura realizou uma manobra brusca de conversão a direita para Rua Timbiras, foi então realizado breve acompanhamento, e utilizado sinais sonoros e luminosos e então o condutor acatou e parou o referido caminhão cor preta marca Wolksvagem modelo 24.250 CLC 6×2.




Foi realizado a abordagem em revista pessoal com o condutor de 27 anos, que foi indagado ao mesmo sobre o que estaria levando na carroceria do caminhão este primeiramente respondeu que seria fécula de mandioca, foi indagado novamente e então respondeu que seriam cigarros contrabandeados do Paraguai, deste modo foi verificado a carroceria onde prontamente avistamos várias caixas de cigarro de diversas marcas.



A equipe policial nesse momento deu voz de prisão ao condutor e conduzido juntamente com o caminhão e a carga até o destacamento para que fosse realizado melhor vistoria no caminhão e na carga onde em verificação ao chassi do mesmo foi constatado que as placas HKW-6021 são frias e as placas verdadeiras são NNT-6H22, constatado então que o referido caminhão é produto de furto ou roubo.

 

No momento em que a equipe realizava verificação na carga se aproximou um veículo marca Fiat modelo Strada cor branca placas FHT-3h45 e o condutor de 31 anos, desembarcou e foi em direção da equipe policial e se apresentou como batedor do caminhão, o mesmo abordado e revistado e nada de ilícito foi encontrado com este, foi identificado, foi dado voz de prisão ao mesmo uma vez que este afirmou ser o batedor do caminhão carregado com a carga de cigarros contrabandeados.




Enquanto a equipe policial realizava a confecção do boletim de ocorrências o telefone do condutor do caminhão e o comandante do destacamento policial de Juranda, Sargento Willian, atendeu por este e no viva voz o contato salvo como buxa, ofereceu ao sargento o valor de 200 mil reais para liberar o caminhão e a carga, como não foi respondido este desligou rapidamente.

Indagado á ambos a quantidade de caixas de cigarros estes responderam que seriam 500 caixas com 50 pacotes cada, sendo assim totalizam aproximadamente 25 mil pacotes de cigarros contrabandeados, avaliados em cerca de 2 milhões de reais, de marcas diversas oriundos do Paraguai.

A equipe informou ao COPOM da 2ª cia de Ubiratã, bem como o comandante da CIA sobre a ocorrência e feito contato com a polícia federal e informado os fatos e posteriormente em seguida os veículos a carga e os presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal de cascavel para que sejam tomadas as providências necessárias.

Um comentário:

  1. parabéns a equipe mas na reportagem existe um equivoco de valores sendo que 25000 pacotes de cigarro brasileiro do mais barato , que ainda custa o dobro do cigarro do paraguay daria em torno de 1200.000,00 hum milhão e duzentos mil reais , sendo assim o contrabandeado chegaria no maximo metade do preço .

    ResponderExcluir