16 dezembro, 2023

Homem é preso no Guarani, por posse ilegal de arma e ameaça contra a mãe

Na noite do último dia 14 de dezembro de 2023, sendo por volta das 19 horas, a policia militar de Mamborê, foi acionada por uma pessoa moradora da comunidade Guarani, a qual informou que um masculino teria ameaçado de morte seu pai, segundo relatos da vítima o autor iria a noite matar o seu pai a facadas, a solicitante relatou que a mãe do autor teria bastante medo do indivíduo e que em data anterior ele teria a ameaçado de morte com uma espingarda.

Foi repassado o endereço do autor pela solicitante, que ao chegar no local encontrou a mãe do acusado, que confirmou a versão contada pela solicitante a qual informou que tinha bastante medo de do seu filho e que o mesmo possuía dentro do seu quarto uma espingarda, foi perguntado se ela permitiria a entrada da equipe policial na casa, a mesma autorizou, assim como foi gravado um relato em que ela informa que seu filho possui uma espingarda na residência e que ela autoriza a entrada da equipe para localizar a arma de fogo.

A Senhora relatou que tem muito medo do filho e quem tem medo que ele volte para casa e faça algo de ruim para sua pessoa, assim como, informou que frequentemente ele faz ameaças a ela, utilizando objetos como facas, pedaços de madeira e também a espingarda que ela afirma ser de posse de seu filho, tendo ela informado que não tem tranquilidade de ficar na sua casa, por causa das ameaças que o filho faz.

Diante da autorização da proprietária da residência foi possível localizar já na entrada do quarto do acusado, que estava aberta, que havia de baixo de sua cama uma coronha tipo de uma espingarda, que foi constatado que seria uma do modelo tipo puxa-fieira (espingarda de alimentação frontal) e em cima da cama uma sacola contendo 22(vinte e dois pedaços de chumbo) e 01(uma) já transformada em esfera que seria utilizado como munição para o armamento. 

A equipe de posse das informações do possível local onde estaria o autor da situação, em patrulhamento, foi possível lograr êxito na sua abordagem em uma estrada rural, sendo questionado qual seria a procedência do armamento, ele informou que a espingarda seria de seu padrasto, mas que ele tinha ciência que ela estaria no seu quarto, relatando também que havia negociado a espingarda com seu tio em troca de uma motocicleta, porém, ainda não havia entregado para ele. 

O autor afirmou a equipe que seu tio possui outra arma na sua residência, outra do (tipo garrucha) que ele usa para caça de animais silvestres. A equipe também fez contato com o tio que relatou que o autor havia ido até a sua residência e lhe proferido ameaças do tipo que iria voltar no anoitecer e que lhe daria uma "facaozada" em sua pessoa, contudo ao ser questionado se ele queria representar, o qual informou que no momento não. 

E em contato novamente com a mãe do autor que disse para equipe que as ameaças as quais vem sofrendo não foram realizadas na data de hoje, mas que iria procurar a Delegacia de Mamborê para pedir uma Medida Protetiva, em virtude de estar com medo do seu filho. 

Diante da situação, o senhor foi encaminhado para a 16° Subdivisão Policial de Campo Mourão, o qual foi cientificado sobre seus direitos constitucionais, para as medidas cabíveis. Sendo necessário o uso de algemas conforme súmula vinculante n° 11 do STF, para resguardar a sua própria integridade e da equipe, visto que foi informado por sua genitora que ele é bastante agressivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário