10 de janeiro de 2022

Mamborê registra 38 casos positivos da Covid-19 nos primeiros 10 dias do ano, com mais 42 suspeitos

Sendo um momento de preocupação com o aumento de casos positivos da  Covid-19 em Mamborê, nesta segunda-feira dia 10 de janeiro de 2022, o Boletim emitido pela Secretaria de Saúde de Mamborê, aponta um crescimento assustador de pacientes positivados, internados e em isolamento domiciliar, em um período de apenas 10 dias, desde o início do ano. Lembrando que fechamos o ano de 2021, com 28 óbitos e  01 paciente positivado para o virus.

No boletim de hoje Mamborê registra 38 pacientes confirmados com vírus, em apenas 10 dias, 02 pacientes já se recuperaram e foram liberados do isolamento, registramos 31 da pacientes da cidade e 05 pacientes da zona rural que se encontram positivos para a Covid-19, entre estes pacientes temos 03 que se encontram internados no Hospital Municipal. Ainda registramos 42 pacientes monitorados em isolamento domiciliar com suspeitas em investigação.

A COVID-19 afeta diferentes pessoas de diferentes maneiras. A maioria das pessoas infectadas apresentará sintomas leves a moderados da doença e não precisarão ser hospitalizadas.

SINTOMAS COMUM - Febre, tosse seca, cansaço.

SINTOMAS MENOS COMUM - Dores e desconfortos, dor de garganta, diarreia, conjuntivite, dor de cabeça, perda de paladar ou olfato, erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos ou dos pés.

SINTOMAS GRAVES - Dificuldade de respirar ou falta de ar, dor ou pressão no peito, perda de fala ou movimento.

 

Caso tenha alguns dos sintomas graves, procure atendimento médico imediato, sempre ligue antes de ir à procura de um médico no hospital municipal. Pessoas saudáveis que apresentarem os sintomas leves devem acompanhar seus sintomas em casa. Em média, os sintomas aparecem após 5 ou 6 dias depois de ser infectado com o vírus. Porém, isso pode levar até 14 dias.

O Hospital Municipal está com atendimento para casos de Covid-19, na Rua Ricardo Kaufman nº 279 e pelo telefone: (44) 3568 1459.


SECRETARIA ALERTA A POPULAÇÃO






 

Nenhum comentário:

Postar um comentário