10 de janeiro de 2022

Alerta sobre estelionatários que tem clonado contas em rede social de Mamboreenses

Recentemente tem sido grande o número de casos de pessoas que estão tendo suas contas em redes sociais clonadas e sendo utilizada por estelionatários na cidade de Mamborê e região, as principais contas clonadas estão sendo os perfis do Instagram e WhatsApp, os estelionatários geralmente utilizam o perfil clonado para estarem divulgando a venda de produtos, após o interesse das pessoas em adquirir os produtos confiando que estaria sendo vendido por pessoas conhecidas ou até mesmo de seu convívio, é repassado o número a chave Pix de terceiros para que seja feito o pagamento.

Após a transferência do valor em dinheiro geralmente as pessoas descobrem que caíram em um golpe do clone da conta em rede social. Um fato que chama atenção é que os criminosos utilizam imagens de estabelecimentos comerciais conhecidos na cidade e na região para praticar tal crime.

Orientamos a todos para se precaver e não cair no golpe. Quando as pessoas forem fazer em compras através de divulgação em grupos de WhatsApp, Facebook e Instagram, agir de forma que o pagamento por meio de chave pix ou transferência bancária, seja feito exclusivamente no nome da pessoa que está vendendo o produto e jamais em nome de terceiros, principalmente de pessoas que não sejam seus conhecidos.

Clonagem de WhatsApp 
O golpe ocorre da seguinte forma: O criminoso liga ou envia uma mensagem se passando por um funcionário de site de compra ou de um banco e diz que estará encaminhando um código promocional ou código de confirmação. Ele pede para que a vítima informe esse código que, na verdade, é a verificação do WhatsApp e com ele o criminoso consegue clonar a conta do consumidor. Após a clonagem, o criminoso passa a enviar mensagens para os contatos da vítima, se passando por ela, pedindo dinheiro. As desculpas para solicitar dinheiro emprestado são as mais diversas, e na maioria das vezes os alvos principais da investida são os parentes mais próximos e amigos que, acreditando na mensagem, acabam depositando ou transferindo valores seguindo as coordenadas do criminoso.

Nunca forneça o código verificador que você recebe via SMS em seu celular, não instale apps de terceiros ou compartilhe informações pessoais a pedido de ninguém pelo whatsapp, desconfie de situações em que a pessoa solicita a realização de transferências e pagamentos em caráter de urgência, ligue para a pessoa que solicitou o dinheiro e verifique se realmente é ela quem está solicitando a transação.

Recentemente recebemos relatos de várias pessoas de Mamborê que tiveram contas clonadas, a recomendação para pessoas que tenham suas contas clonadas é se deslocar até a Delegacia de Policia Civil e realizar o boletim de ocorrência junto à autoridade policial, para evitar transtornos futuros,  sempre salvando as mensagens das conversas com os estelionatários, quando for possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário