22 de agosto de 2021

Em Juranda corpo de homem é encontrado debaixo da ponte do Rio Carajá

Na tarde do ultimo sábado dia 21 de agosto de 2021, sendo então por volta das 15h30min, um homem compareceu ao Destacamento da Policia Militar de Juranda, o qual relatou que foi até na ponte do Rio Carajá,  na Rodovia José Joaquim Fabrício dos Santos, o mesmo foi ao local para descartar os restos de um carneiro, quando notou que havia um homem aparentemente sem os sinais vitais dentro do rio.

A equipe de serviço da Policia Militar se deslocou até o local com o solicitante, onde foi visualizado uma pessoa do sexo masculino caído embaixo da ponte, onde foi possível notar que o mesmo se encontrava em óbito, por estar com a cabeça dentro da água, apesar de o rio estar com aproximadamente 30 cm apenas de altura.
 



No local do óbito não pode ser concluído pela equipe, se houve indícios de crime, porém em um primeiro momento foram notadas algumas características, como o homem morto em questão estava nu da cintura para baixo, o mesmo estava deitado em cima da sua cinta.

No momento em que a equipe achou o corpo, ainda saía sangue da sua boca, o que indica que a morte teria ocorrido a pouco tempo, o indivíduo estava com algo parecido com uma corda amarrada em sua perna e o fato do indivíduo estar a aproximadamente um metro para dentro da ponte, de onde seria a sua margem. 



Diante do exposto, afim de preservar o local do óbito, a equipe não realizou maiores diligências, o qual prejudicou inclusive a identificação do indivíduo, onde o local foi isolado e repassado a Polícia Civil, a qual ao comparecer no local, foram repassados os detalhes a equipe da Polícia Civil de Ubiratã e Perícia de Cascavel ficaram no local começando as investigações sobre o fato. A equipe do IML de Campo Mourão foi acionada para recolher o corpo e encaminhar para os procedimentos cabíveis.

JURANDA
ROUBO COM RESULTADO DE MORTE 

Por volta das 14h do domingo dia 23, o cunhado do homem encontrado morto no rio Carajá foi até o Destacamento da PM e informou que na casa da vítima havia muitas marcas de sangue e que não havia sido visto após as 22h da sexta, dia 20.

Desta forma, a equipe policial foi até a casa da vítima, local este onde havia diversas marcas de sangue na garagem até a calçada, na rua. 

O local foi isolado e a Polícia Civil Acionada para coletar mais dados sobre o caso. De acordo com informações de testemunhas, houve uma grande "bagunça" na sexta-feira, por volta das 23h. 

Outras testemunhas disseram que o homem foi visto pela última vez no Bar da Nilza. Ainda conforme apurado, no dia anterior a vítima tinha vendido uma carga de madeiras, e que possivelmente estaria com o dinheiro da venda. 

Também foi relatado que na sexta-feira foram vistos três homens na casa da vítima, senfdo que dois deles prestariam serviços à vítima. O celular da vítima, que foi localizado por um familiar, foi apreendido pelo investigador da Polícia Civil. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário