4 de junho de 2021

Mais de 10 pessoas são multadas em Mamborê, e festa é interrompida pela policia e fiscalização

A equipe de fiscalização da Prefeitura municipal de Mamborê tem trabalhado incansavelmente no intuito de que seja cumprido o decreto municipal, em enfrentamento a covid-19. As pessoas que estão descumprindo o decreto estão sendo multados e penalizados perante a lei municipal.

Recentemente foi aplicado uma multa no valor de R$. 3.000,00 a um estabelecimento comercial que estava excedendo o limite de clientes permitido também houve a multa do valor de R$. 700,00 para uma paciente da comunidade Guarani que estava no isolamento por suspeita de covid-19 e furou o isolamento.

Na noite da última quinta-feira a equipe da polícia militar, foi solicitada pela fiscalização do município devido a uma aglomeração em uma residência no conjunto Santa Luzia. Ao chegar no local a equipe policial e a equipe de fiscalização constataram uma festa de aniversário, onde todos os presentes se encontravam sem mácaras, ingerindo bebida alcoólica, descumprindo os decreto estadual e municipal em combate ao coronavírus.

 As pessoas chegaram a pular as janelas dos fundos para fugir da fiscalização, mas todos foram abordados e identificados, sendo lavrada as multas municipais e o boletim de ocorrência, por crime contra a saúde pública, no total foram abordados cerca de 09 pessoas, sendo que dentre elas alguns são reincidentes na situação. Foi aplicado a multa no valor de R$. 3.000,00 ao proprietário da residência e multas que chegam até R$. 800,00 para os demais presentes no local.

Durante todo o dia do feriado de Corpus Christi, a fiscalização municipal percorreu todo o perímetro urbano, comunidades Canjarana, Pensamento, Victor Mendes, Vila Rural e patrimônio do Guarani, em todos os locais as pessoas foram orientadas a cumprirem o decreto municipal no objetivo de preservar o bem maior que a vida da população.























3 comentários:

  1. Estão acabando com a economia e os empregos da cidade, mas é para o seu bem diz eles. Funcionário público pode trabalhar normalmente, e nós pagadores de impostos, estamos sofrendo as consequências. O que vale a constituição se a merda de um decreto revoga ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se você entender o mínimo de Direito, mas um princípio constitucional básico é a ponderação de direitos quando eles estão em conflitos. Qual familiar seu precisa morrer para o comércio funcionar sem restrições?

      Excluir
  2. QuAntos pessoas precisam passar fomem, cometer suicído, ter depressão ou deixar a cidade por perder seus empregos??? O comércio atende todos os cuidados sanitários, não havia necessidade de fechar.

    ResponderExcluir