15 de janeiro de 2021

Mamborê se encontra em risco médio para epidemia de dengue

A Secretaria Municipal de Saúde de Mamborê, divulgou nesta semana o 1º Levantamento Rápido de Infestação do Aedes Aegypti do ano. Segundo o LIRAa, no mês de outubro apontava um índice de infestação de larvas em 3,6%, agora no mês de janeiro este índice é de 1,1%, mesmo assim o município se encontra em risco médio para epidemia de dengue, sendo que o preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é abaixo de 1%, o ideal é chegar em menos de 0,99%. 

O baixo índice se deve ao resultado da limpeza realizada no mês de dezembro pelas equipes da prefeitura e secretaria de saúde. 

A população deve continuar cuidando com os recipientes que acumulam agua, como tambor, cisternas, caixas dágua, vasos, entre outros que poderá vir a ser criadouro do Aedes aegypti que é  o mosquito transmissor da dengue. Lembrando que manter os terrenos limpos é responsabilidade do proprietário. 

Lembrando que as equipes da Secretaria de Saúde, Setor de Vigilância em Saúde Ambiental e Zoonoses /Combate a Endemias, estarão realizando fiscalização nos imóveis e terenos baldios que se encontram com matagais, orientamos a todos os proprietários desses terrenos para o mais rápido possível estarem realizando a limpeza e assim evitar transtorno e a ciação de focos do mosquito. Lembrando que é proibida a realização de capina química.

Além da dengue, o Aedes aegypti, é transmissor também da Febre Chikungunya; Febre Amarela e Zika Vírus. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário