26 de setembro de 2020

Cena de Sangue - Triplo homicídio choca moradores de Goioerê

Na noite da ultima sexta-feira dia 25 de setembro de 2020, sendo por volta das 19 horas, uma violenta cena de sangue e tragédia foi na Rua Pérola, na Vila Guaira na cidade de Goioerê,  quando  os irmãos Jhonatas Matos da Silva, conhecido como Dione, e Wanderson dos Santos,  juntamente com Dário Rodrigues foram assassinados com diversos disparos de arma de fogo.

Segundo informações o crime aconteceu quando as três vítimas fatais estavam conversando em frente a uma residência, quando duas pessoas chegaram em uma motocicleta e abriram fogo, com uma pistola.



Ao ser alvejado, Dione correu para o fundo da casa, onde morreu. Wanderson tentou correr sentido à Avenida Moisés Lupion, mas caiu morto a cerca de 100 metros do local onde foi alvejado,  Dário ainda correu em direção a um bar, em frente à casa onde aconteceram os disparos. Ele foi socorrido com vida, mas morreu ao chegar no pronto atendimento da Santa Casa.



Conforme a esposa de Wanderson, os irmãos eram de Goioerê, mas tinham se mudado para Foz do Iguaçu, de onde retornaram no último sábado dia  19, passando a morar com uma tia deles. Informações obtidas no local do crime indicam que Dione e Wanderson supostamente estavam sendo ameaçados em Foz do Iguaçu e por isso retornaram a Goioerê.



Segundo informações, a dupla que executou a chacina, veio de Foz do Iguaçu, especialmente a procura dos irmãos Wanderson e Jhonatam, provavelmente para um acerto de contas.



NO LUGAR ERRADO. Com relação  a Dário Rodrigues, ele não  tinha, nenhum tipo de envolvimento com os dois irmãos. Na verdade, estava no “lugar errado, na hora errada”, e morreu de graça.


Os corpos foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal de Campo Mourão. A polícia investiga o caso, logo após o triplo homicídio,  a polícia militar foi informada, da existência de uma moto incendiada, às margens da BR-272, nas imediações da AABB. É grande a possibilidade da moto, de ter sido usada no triplo homicídio.  A moto tinha placa de Mariluz, que pode ser falsa, e foi encaminhada para a Delegacia de Polícia de Goioerê.


REDAÇÃO: Tribuna da Região / Goionews

Nenhum comentário:

Postar um comentário