8 de fevereiro de 2020

Homem é encontrado morto em uma cisterna de condomínio em Campo Mourão

O morador de um condomínio encontrou o corpo de um homem de 58 anos de idade boiando em uma cisterna de um prédio por volta das 19 horas desta sexta-feira (7), em Campo Mourão. A vítima foi identificada como Edvaldo Bispo de Oliveira, ele era o responsável pela manutenção do prédio.

A situação foi registrada no Edifício Paloma, localizado entre a Avenida Goioerê e rua Paul Harris, próximo a Coamo. A cisterna onde foi encontrada a vítima tem cerca de quatro metros de profundidade, ele fazia a limpeza da mesma. A suspeita é que a vítima tenha passado mal e se afogado. Oliveira era bastante conhecido em Campo Mourão por fazer a manutenção de vários prédios da cidade.

A reportagem de plantão da TRIBUNA apurou que o último contato de Oliveira com a família foi por volta do meio dia, desde então ninguém mais teve mais contato com ele. Segundo informações, um morador do residencial estava saindo com seu veículo quando percebeu que a porta da cisterna estava aberta. Ao verificar o que estava acontecendo, encontrou o corpo boiando sobre a água.

Ele então acionou o Corpo de Bombeiros, que esteve no local e fez a retirada do corpo da cisterna. Uma ambulância avançada do Samu também foi acionada, mas nada pôde fazer. Os profissionais constaram apenas o óbito. Pela rigidez do corpo, o médico do Samu estimou que já fazia algumas horas que o homem estava morto.



Uma equipe da Polícia Civil esteve no local e colheu informações. Um inquérito foi aberto para apurar o caso. O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Campo Mourão para exame de necropsia e será liberado posteriormente para a família para o velório.



FONTE: Tribuna do Interior

Nenhum comentário:

Postar um comentário