18 fevereiro 2020

Homem é preso por posse ilegal de arma de fogo em Juranda


Na tarde desta terça-feira dia 18 de fevereiro de 2020, a Equipe da Policia Militar de Juranda, composta pelo Cabo Wiliian, Soldado Carlos e a Equipe Canil de Ubiratã, sob a coordenação do Delegado de Polícia Civil de Ubiratã, deslocou até o sítio da Vaca Preta, situado na zona rural do município de Juranda, próximo ao trevo de acesso do município, as margens da Br-369, afim de cumprir o mandado de busca e apreensão referente ao processo, expedido pela Juíza de direito da Comarca de Ubiratã. 


Ao chegar no local a equipe foi recebida pela Sra. W.M.D.A, sendo que esta por sua vez foi informada da existência do mandado de busca naquela localidade, sendo que foi apresentado a mesma toda a documentação cabível antes que entrássemos no local.

Ao adentrar o conjunto de estruturas habitacionais, foi feito uma extensa vistoria buscando encontrar qualquer tipo de ilícito penal, mas em um primeiro momento nada fora localizado,  quando a equipe passou para a vistoria mais profunda, foi então localizado uma arma de fogo do tipo espingarda, calibre 32, marca Boito, Retrocarga, (o qual foi consultado no sistema porém não apresentou nenhum resultado), descarregada e desmuniciada, embaixo de uma cama.

Ao ser  indagada a Sra. W.M.D.A., quanto a existência daquela arma de fogo a mesma informou que não tinha conhecimento de que ela estaria naquele local e que talvez seu esposo, Sr. H., saberia, entretanto, segundo a mesma o Sr. H. havia saído do sítio alguns minutos antes da chegada da equipe. durante as diligências o Sr H.M., chegou até o local, ao ser cientificado da arma de fogo que teria sido encontrado em sua propriedade o mesmo falou que a espingarda localizada era dele, e que o mesmo armazenava esta no sítio para defesa de sua propriedade.

Quando indagado se o mesmo possuiria algum tipo de documentação que o autorizasse a ter a posse da referida arma de fogo o mesmo disse que não tinha nenhum tipo de autorização. Diante dos fatos o mesmo recebeu a devida voz de prisão pelo crime de ter em sua posse armamento de calibre permitido de maneira irregular, sendo que foi informado de todos os seus direitos constitucionais, bem como o de permanecer em silêncio não foi apresentado nenhum tipo de resistência portanto não foi necessário utilizar as algemas.

Antes de sair do local a equipe policial realizou mais uma busca, tendo em vista que o Sr. H., teria informado que nÃo tinha mais nada de irregular na residência, foi então localizado um coldre para revólver, 4 estojos deflagrados de munição cbc do calibre 32 com envólucro de polímero, 2 estojos deflagrados de munição calibre 32 de envólucro metálico, 01 munição intacta cbc de calibre 32, uma munição intacta de calibre 38 spl, marca Pmg, sendo que todos estes itens estavam armazenados em um dos cômodos da casa.  Diante dos fatos o mesmo recebeu voz de prisão e foi encaminhado Delegacia de Policia Civil de Ubiratã, onde ali foi entregue ao investigador de plantão, para os procedimentoscabíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário