29 abril 2019

ROLÂNDIA: Pai confessa ter enterrado a filha de 11 anos

O pai da menina, de 11 anos, encontrada morte no quintal de uma das casas da família paterna confessou que enterrou o corpo da filha à Polícia Civil. O caso aconteceu em Rolândia, a 399 quilômetros de Curitiba no norte do Paraná, na última quarta-feira, 24.  O depoimento foi na tarde deste domingo, 28. A polícia, Ricardo Seidi explicou a atitude porque teria encontrado a menina enforcada no quarto dela. O homem está preso. 

O corpo Eduarda Shigematsu , que tinha 11 anos, foi encontrado por volta das 14h30 deste domingo, 28. De acordo com o Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride), no dia do desaparecimento, a criança foi para a escola de manhã, voltou para casa, deixou a mochila no sofá e não foi mais vista.



Segundo a Polícia Civil, câmeras de segurança registraram a menina chegando em casa por volta das 12h de quarta-feira, mas não mostraram ela saindo. Por volta das 13h30, o pai sai de casa em um carro preto e às 13h37 ele chega no imóvel onde o corpo foi encontrado. Esse carro não foi localizado pela polícia.


No dia seguinte, a avó de Eduarda Shigematsu, que tinha 11 anos, registrou um Boletim de Ocorrência sobre o desaparecimento. A avó tinha a guarda da menina. A mãe de Eduarda mora em São Paulo.

O corpo da menina foi encontrado com os pés e mãos amarrados, tinha uma corda no pescoço e a cabeça estava envolvida com um saco preto e uma toalha. A Polícia Civil espera o resultado de exames do Instituto Médico-Legal (IML) para saber a causa da morte.


Nenhum comentário:

Postar um comentário