26 março 2019

Vigilância sanitária de Mamborê apreende produtos clandestinos

A Vigilância Sanitária de Mamborê, órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde tem realizado diversas ações de fiscalização e quando necessário a apreensão de produtos vencidos ou clandestinos que estão sendo comercializados.

Nesta semana após o recebimento de denúncias anônimas, informando que um determinado estabelecimento estaria comercializando carne clandestina e produtos vencidos, a equipe da Vigilância Sanitária com o apoio da Policia Militar realizou uma inspeção onde foram  encontrados produtos de origem duvidosa.

O proprietário alegou não possuir nota fiscal, os itens foram apreendidos e inutilizados pelos fiscais, sendo levados para incineração.

O estabelecimento também apresentou outras  situações em desconformidade  e o proprietário foi intimado a saná-las, podendo sofrer penalidades se houver recusa.

Segundo a veterinária e chefe da Vigilância Sanitária Leila Calegari Leonço, comercializar produtos vencidos, adulterados, sem rotulagem ou clandestinos infringem a legislação sanitária e podem colocar em risco a saúde da população, as sanções dessas infrações preveem apreensão dos produtos, processo administrativo sanitário, multa, cassação da licença e até interdição do estabelecimento.

A população deve ficar atenta quanto a data de validade, aspecto e estado de conservação dos produtos. Se o consumidor comprar um produto que considere impróprio, deve primeiramente procurar o fornecedor ou fabricante do produto munido de nota fiscal e solicitar a troca, se o fornecedor for resistente, o consumidor deve procurar a Vigilância Sanitária e requisitar seu apoio.

“A população tem um importante papel de fiscalizar e denunciar  e tem o direito de cobrar e adquirir alimentos seguros e de qualidade”, disse a secretária municipal de Saúde Sara Caroline Beltrame Peres.

O cidadão pode denunciar, ligando na ouvidoria municipal no telefone 156.

Nenhum comentário:

Postar um comentário