25 março 2019

Lira 5,9 aponta alto risco de infestação do Aedes Aegypti em Mamborê e preocupa Secretaria de Saúde

Segundo o Lira (Levantamento Rápido de Índice de Infestação pelo Aedes Aegypti) há um apontamento de 5,9% de risco de infestação do mosquito no município de Mamborê. O percentual coloca a cidade em alto risco de epidemia pelo Ministério da Saúde.

O levantamento foi feito entre os dias 11 a 16 de Março de 2019. A secretária de Saúde Sara Caroline Beltrame Peres se mostrou preocupada. “Nós precisamos redobrar nossa atenção porque o município corre o risco de ter uma epidemia rápida. É preciso arregaçar as mangas e intensificar o trabalho”, disse a secretária

Foram visitados 466 imóveis da cidade. De cada 100 casas visitadas 6 imóveis foram encontrado o foco do mosquito, é preocupante e alarmante.

O Setor de Endemias informa por meio do gráfico de índice de infestação que os locais onde se encontram a maioria dos focos continua sendo lixos em geral, depósitos pra coleta de águas da chuva, pneus, vasos de plantas e árvores. Percebendo que novamente a população esta deixando de fazer o dever de casa.

Este foi o segundo levantamento realizado este ano, lembrando que o primeiro levantamento em Janeiro obteve um apontamento de 2,5%.

Em 2019 já foram notificados 09 casos suspeitos de Dengue e todos negativos, a enfermeira da Vigilância Epidemiológica do município afirma que embora o número de notificações de dengue ainda seja relativamente baixo, há um risco alto de epidemia da doença, pois já estamos com alguns municípios da região com casos confirmados.

Segundo a secretaria de Saúde do Estado já são 1.197 casos confirmados de Dengue no Paraná este ano e dois óbitos por Dengue em Londrina.

Combater a Dengue é um DEVER meu, seu, DE TODOS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário