30 setembro 2018

Após acidente de trânsito, homem reage a abordagem policial e acaba morto em Goioerê

Paulo Grassi, de 37 anos, que foi baleado na cabeça na noite de sábado, 29, em Goioerê, depois de avançar contra policiais militares com um gancho de açougue, morreu na madrugada deste domingo, quando estava na UTI – Unidade de Terapia Intensiva - da Santa Casa de Campo Mourão, para onde tinha sido transferido ainda na noite de sábado. 

A situação aconteceu no início da noite de sábado, 29, depois que Paulo se envolveu em um acidente na Vila Candeias, quando conduzia uma camioneta S-10 e bateu em outra camioneta, fugindo pela estrada rural no fim da Rua Fuad Nacli e se escondendo no antigo matadouro.

O condutor da outra camioneta o seguiu e acionou a equipe da PM. No local, Paulo Grassi não atendeu à voz de abordagem e avançou contra os policiais com um gancho de açougue, chegando a atingir um policial, que caiu e reagiu, efetuando um disparo, que atingiu a cabeça de Paulo. O outro policial também foi ferido.
Paulo Grassi e os policiais foram socorridos e encaminhados para o Pronto Atendimento da Santa casa de Goioerê, sendo que Paulo foi transferido para Campo Mourão por uma unidade avançada do Samu. Os policiais foram medicados e passam bem.
Um inquérito policial foi aberto para apurar como aconteceu o incidente e as pessoas que estavam no local já foram ouvidas.



Goionews

Nenhum comentário:

Postar um comentário