06 junho 2018

Mulher diz que foi agredida pelo filho, desacata policiais e depois acusa ex-namorado

Uma mulher residente na Vila Gianelo, em Moreira Sales, acionou a equipe da Polícia Militar dizendo que tinha sido agredida pelo filho, que estava com vários hematomas pelo corpo e que o rapaz tinha avisado que iria colocar fogo na casa. O fato aconteceu no domingo dia 03.

No local, os policiais militares constataram os hematomas no corpo da mulher, que disse estar sendo agredida pelo filho há vários dias, tendo sido agredida, inclusive, naquele dia (domingo).

Os policiais realizaram diligências e localizaram o filho, que ofereceu resistência e teve de ser algemado para ser conduzido para a Delegacia de Polícia de Goioerê, para as medidas cabíveis.
Durante o deslocamento para Goioerê, a mulher, que apresentava sintomas de embriaguez, começou a desacatar os policiais e recebeu voz de prisão. Já no camburão, ela começou a se debater e também precisou ser algemada.
Ao chegar na Delegacia de Polícia de Goioerê, a mulher mudou a versão e disse que as agressões tinham sido realizadas pelo seu ex-namorado, que ela identificou apenas pelo apelido de “Bocão”.
Desta forma, nem o filho (que ficou sem acusação) e nem a mãe ficaram presos em Goioerê.


FONTE: Goionews

Nenhum comentário:

Postar um comentário