12 abril 2018

Readequação e Cascalhamento na estrada entre Mamborê e Luiziana

A estrada entre Mamborê e o município de Luiziana, denominada rodovia PR-153, está tento toda a sua extensão recuperada e readequada. Ao todo, o trecho tem 52 quilômetros, sendo a principal via de ligação entre dos dois municípios e também a principal estrada utilizada pelos produtores rurais para o escoamento da safra agrícola. De acordo com o prefeito de Mamborê, Ricardo Radomski (PSD) a obra, de mais de R$ 2 milhões, está sendo executada em parceira com o município de Luiziana e Departamento de Estradas e Rodagem (DER), que fez o projeto.
Os recursos são do Governo do Estado. “É a pior estrada do município. O DER fez um projeto, o Estado licitou e já se iniciou os trabalhos”, destacou Radomski. Segundo ele, a estrada será cascalhada de Mamborê a Luiziana.



O prefeito afirmou que a recuperação da via irá beneficiar principalmente os produtores rurais que usam o trecho para escoamento da produção agrícola. O transporte escolar também será beneficiado, oferecendo mais segurança aos estudantes. “Era um anseio de muitos anos dos usuários”, ressaltou.

Radomski lembrou que a estrada foi traçada pelo Estado como rodovia há mais de 30 anos, mas o asfalto nunca saiu do papel. Segundo ele, como trecho é bastante utilizado, necessita frequentemente de manutenção. “Já passei por vários governos nos últimos anos, mas o governo que mais atendeu os prefeitos foi o do Beto Richa que se sensibilizou com a nossa necessidade atendendo os municípios de Mamborê e Luiziana”, reconheceu. “A Casa Civil sempre esteve aberta para nós prefeitos. Temos que só agradecer a todos”, complementou.



Radomski disse que as obras estão a todo vapor, o prazo de conclusão é de até um ano. Ele frisou que por várias vezes esteve em Curitiba juntamente com o prefeito de Luiziana, Mauro Slongo (PSD), solicitando apoio do Estado para recuperação da via. “Levamos filmagens e fotos, fizemos um relatório da situação e apresentamos a eles, e graças a Deus fomos atendidos”, falou.

O gestor acrescentou que o trajeto para quem viaja de Mamborê a Curitiba será encurtado, uma vez que poderá ser feito pela rodovia após a sua recuperação. “Não vamos mais precisar passar por Campo Mourão e pagar pedágio, poderemos sair de Mamborê, indo direto a Luiziana e Curitiba. Tenho certeza que os trabalhadores de transporte irão economizar muito, principalmente com pedágio”, observou.


FONTE: Walter Pereira - Tribuna do Interior



Nenhum comentário:

Postar um comentário