15 abril 2018

Ex-moradora de Mamborê é assassinada pelo ex marido em Jaru, estado de Rondônia

Na manhã do último sábado dia 14 de abril, um crime Bárbaro envolvendo ex moradores de Mamborê, chocou a população do município de Jaru no estado de Rondônia. 

Uma mulher identificada como sendo Nilza Alves Oliveira, 51 anos de idade, que trabalhava atualmente como assistente administrativa na Stilo Contábil foi vítima de feminicídio no centro do município de Jaru. Seu ex-marido o pintor identificado como Silvio Luís, assassinou a mesma com golpes de faca e feriu gravemente seu atual namorado.


O barbado crime aconteceu na Avenida Padre Adolfo Rohl, próximo a Rodoviária dos Colonos e foi presenciado por dezenas de pessoas que ficaram estarrecidas com a cena. Segundo informações, a vítima havia colocado o capacete e se preparava para subir na moto quando o seu ex se aproximou com uma faca e teria lhe golpeado no peito, vindo a vítima cair ao solo e entrar em óbito momentos depois. 



O atual namorado de Nilza identificado como Gilberto Alves Sobrinho de 47 anos, funcionário da Radio Interativa, estava em companhia da mulher e tentou defender a vítima, também foi esfaqueado e foi socorrido ao Hospital Municipal de Jaru.


Um policial militar à paisana que estava numa casa lotérica próximo ao local do crime disse que ouviu os pedidos de socorro e correu para ver o que estava acontecendo e encontro o agressor ainda com a faca na mão e conseguiu detê-lo até a chegada da Polícia Militar, que prendeu o criminoso em flagrante, sendo o mesmo conduzido para UNISP.



Inconformado com a separação, Silvio já havia feito ameaças a Nilza, e nesta manhã, ao que tudo indica, seguiu a vítima que estava de carona com o namorado, e assim que eles pararam em frente a uma farmácia, os abordou e esfaqueou os dois, atingindo primeiramente Nilza com golpes mortais no peito e pescoço, e em seguida partiu para cima de Gilberto.



Em entrevista, o assassino declarou que matou sua ex, por amor e relatou que já havia lhe avisado se caso a encontrasse com outro homem, a mataria. ” quando nos casamos fizemos juras dizendo até que a morte nos separasse, pois agora estamos separados definitivamente” relatou friamente o assassino.



Nilza e Silvio foram casados por 24 anos e a 04 anos estavam separados, eles tem um casal de filhos, a alguns anos atrás a familia morou  na cidade de Mamborê, sendo que Silvio Luís foi funcionário da prefeitura municipal, onde trabalhou como padeiro na vaca mecânica, a vitima do feminicídio Nilza Alves Oliveira  foi funcionária pública do estado onde trabalhou no Colégio Estadual João XXIII.








FONTE: Jaru Online & A noticia Mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário