11 março 2018

PM de Mamborê salva vida de homem evitando que o mesmo morresse sufocado por fumaça dentro de residência

No início da madrugada do ultimo sábado dia 10, sendo por volta das 00h10min, a equipe do Destacamento da Polícia Militar de Mamborê, composta pelo Sd. J. Lopes e Sd. Kostin, foi informada de que uma casa localizada na Rua Archilles Martins, 971, estaria pegando fogo, pois havia muita fumaça saindo do seu interior, e que o morador possivelmente estaria lá dentro sem poder sair, e as pessoas estavam com medo de adentrar a casa, pois achavam que a mesma iria explodir, segundo afirmação das próprias pessoas. 
De imediato a equipe policialdeslocou até o local e verificou que realmente havia muita fumaça saindo do seu interior, e havia um cheiro de produtos queimados muito intenso. A equipe pediu para que os populares se afastassem e fossem para um local seguro, e de imediato arrombou a porta, sendo que já de início teve que retornar para fora devido à grande quantidade de fumaça e da dificuldade de se respirar. 

Porém, imaginando que o morador poderia estar dentro da residência necessitando socorro urgentemente, correndo perigo de vida, a equipe adentrou novamente a casa, quando se ouviu um sussurro pedindo ajuda e algumas tosses vindas do quarto, sendo que a equipe adentrou o quarto e verificou que um homem, posteriormente identificado como sendo a pessoa de Marciliano Bernardo da Silva, 42 anos, estava em cima da cama, enrolado nas cobertas e se debatendo muito, tentando sair do quarto, porém, já estava desorientado e com dificuldades para falar com os policiais. 

O mesmo então foi pego pelos braços e arrastado para fora da residência. Logo após o salvamento, a equipe de saúde do Centro de Saúde Municipal chegou ao local e levou a vítima para atendimentos médicos. Segundo informações prestadas agora à tarde pela equipe do Centro de Saúde Municipal, o homem ficou internado recebendo medicação e também oxigênio, haja vista a grande quantidade de fumaça inalada, e possivelmente iria receber alta médica após nova análise da equipe de saúde.   

 




Nenhum comentário:

Postar um comentário