14 março 2018

Ex-prefeito de Bom Sucesso acaba preso acusado de envolvimento em roubos de tratores

O ex-prefeito de Bom Sucesso/PR, José Edno Vanzella foi preso nesta terça-feira (13) em Jandaia do Sul, acusado de envolvimento em furtos e roubos a propriedades rurais na região de Campo Mourão. Contra ele e outros membros de uma quadrilha, especializada em roubos de maquinários agrícolas, havia sido expedido mandados de prisão pela comarca de Peabiru.
Policiais da delegacia de Peabiru, sob o comando do delegado Fábio Marques Baptista cumpriram a ordem judicial, fazendo a captura de três suspeitos, mas outros três ainda são procurados.

O bando seria autor do roubo de dois tratores em uma propriedade rural de Peabiru, em outubro do ano passado. Uma semana antes desse crime, outro trator havia sido roubado em Quinta do Sol. “A suspeita é que esse roubo em Quinta do Sol também foi praticado pela mesma quadrilha”, revela o delegado. A Polícia Civil de Peabiru iniciou a investigação para apurar roubos de gado na região, quando chegou a essa quadrilha, especializada em roubos de maquinários agrícolas.

“Durante as investigações, com apoio de policiais de Campo Mourão, constatamos o planejamento do roubo a essa propriedade rural de Peabiru, em outubro do ano passado. Com isso foi possível prender um dos suspeitos na época e recuperar os tratores”, informou o delegado. 

As investigações continuaram, a justiça expediu o mandado de prisão do restante da quadrilha e mais três acabaram detidos no início desta semana, entre eles o político de Bom Sucesso, que seria um dos chefes do grupo.

As investigações da polícia apontam que Vanzela era responsável por transportar os maquinários roubados para um lugar distante de Peabiru, como forma de dificultar as buscas e investigação policial. 

Ele ainda teria se comprometido a “comprar” os produtos do crime. Vanzela presidiu o poder Executivo de Bom Sucesso por dois mandatos, entre 1983 a 1988 e 1993 a 1996. Ele está detido na cadeia pública Peabiru e nega que tenha qualquer envolvimento com os crimes que a ele estão sendo imputados.

O ex-prefeito de Bom Sucesso já tem outra passagem pela polícia. Em 2006, foi acusado de ser o mandante do assassinato do advogado apucaranense Valdecir Mileski e do seu pai, Orestes Mileski. 

O crime ocorreu um ano antes. “Esperamos prender o restante da quadrilha, que são mais três pessoas, para acabar com esse tipo de crime em propriedades rurais.” Continuam foragidos, Joel Valdecir da Rocha Quadra, Leandro Teixeira Espindola e Sidnei Alves Temponi.

Clodoaldo Bonete - Jornal Tribuna do Interior

Nenhum comentário:

Postar um comentário