20 fevereiro 2018

Ações do Caps estão garantindo atendimento a dezenas de pacientes em Mamborê

O Centro de Atenção Psicossocial - CAPS I de Mamborê está atendendo aproximadamente 120 pacientes, o trabalho é realizado de segunda a sexta feira no horário das 07h30 às 17h00m.
Em Mamborê, o CAPS I conta com uma equipe de profissionais, composta por Psiquiatra, psicólogo, assistente social, enfermeiro, auxiliar de enfermagem, pedagogo, um professor que desenvolve o projeto de musicalização, além de dois auxiliares, sendo administrativo e de serviços gerais.




Além destes, outros profissionais da secretaria de Saúde também auxiliam no atendimento aos pacientes assistidos. Durante o período de férias os profissionais do CAPS, se revezaram no atendimento.




A secretária de Saúde Sara Caroline Beltrame Peres e a coordenadora do CAPS, Adrieni Brito, estiveram reunidas, onde realizaram uma avaliação dos serviços que estão sendo prestados, bem como o planejamento das atividades de 2018,visando aperfeiçoar mais os serviços oferecidos as pessoas que necessitam de algum tipo de atendimento. A secretária aproveitou para conversar com alguns funcionários do setor.




“O CAPS é um braço muito importante da secretaria de saúde, com ele conseguimos reduzir muito o número de internamentos por causas psiquiátricas além de ser uma importante porta de entrada da rede de serviços para as ações relativas à saúde mental de forma geral” disse a secretária.




O prefeito Ricardo Radomski falou que desde o início da atual administração ao reestruturar os serviços prestados pela secretaria de Saúde, incluiu no plano de ação o CAPS. Em 2017 os trabalhos foram transferidos para uma nova sede, trata-se de um imóvel alugado pelo município, com mais espaço físico, salas mais apropriadas para que os profissionais possam prestar um melhor atendimento as pessoas. Também um veículo Spin 0km foi disponibilizado exclusivamente para o atendimento no CAPS, disse Radomski.




O CAPS I: São destinados a atender pessoas de todas as faixas etárias que apresentem prioritariamente intenso sofrimento psíquico decorrente de transtornos mentais graves e persistentes, incluindo aqueles relacionados ao uso de substância psicoativas, e outras situações clínicas que impossibilitem estabelecer laços sociais e realizar projetos de vida. O CAPS I é indicado para municípios ou regiões de saúde com população acima de 15 mil habitantes, conforme a portaria nº 3088 de 23 de dezembro de 2011.




Em Mamborê o CAPS realiza acompanhamento clínico e reinserção social através de oficinas terapêuticas, tratamento medicamentoso, atendimento individual ou em grupo, atendimento às famílias, psicoterapia, visitas domiciliares, atividades comunitárias e outras ações.


 FONTE: Assessoria de Imprensa / Orlei Moreira




Nenhum comentário:

Postar um comentário