29 dezembro 2017

Imprensa mostra descaso com dinheiro público em CM


EM NOTA DE ESCLARECIMENTO PREFEITO TAUILLO TEZELLI ADMITE INCOMPETÊNCIA DE SUA EQUIPE POR ERROS GROSSEIROS NO PAGAMENTO DE ALMOÇO DE QUASE MIL REAIS E ATACA ÓRGÃOS DE IMPRENSA QUE DIVULGAM OS ATOS ABUSIVOS DE SUA ADMINISTRAÇÃO.

É DIREITO DE CADA CIDADÃO, ELEITOR OU NÃO DO PREFEITO SABER O QUE DE FATO ACONTECE NOS CORREDORES DA PREFEITURA, E SE TIVER ERRADO DEVE SIM DAR UMA SATISFAÇÃO POIS O DINHEIRO E OS RECURSOS ADMINISTRADOS POR ELE E SUA EQUIPE É DINHEIRO PÚBLICO E DEVE SER UTILIZADO DE FORMA CORRETA.

Na tarde desta quinta-feira 28/12 o Prefeito Tauillo Tezelli emitiu nota de esclarecimento sobre a despesa de quase mil reais que gastou com um almoço em 27/07, supostamente com o Ministro da Saúde Ricardo Barros e sua Equipe.
Ocorre que em seu esclarecimento o Prefeito admite um erro grosseiro de sua Equipe de Trabalho na Prefeitura e apresentou uma história diferente do que está no Portal da Transparência do Município de Campo Mourão.

Admitiu não ter almoçado com o Ministro Ricardo Barros, mas sim com o Secretário de Estado da Saúde e informou que foram 21 pessoas presentes nesse almoço, num valor unitário de R$46,00 (quarenta e seis reais por pessoa), bem acima dos padrões de um cidadão comum paga para almoçar na cidade de Campo Mourão.

O Prefeito atacou o Portal de Notícias I44 News, dizendo fazer reportagens politiqueiras e ainda disse que iria tomar medidas judiciais caso não houvesse retratação.

O que se deve discutir não é só a legalidade do ato em si, é a imoralidade de todos os atos, do “erro grosseiro” dos cargos em comissão do prefeito, deve-se analisar um contexto mais amplo onde no mesmo momento que o prefeito Tauillo Tezelli, fala em economia, cortes de gastos, fecha espaços importantes como os clubes de mães, escola do trabalho, não aumenta o repasse pra Santa Casa, não abre a UPA, dá um aumento vergonhoso para os servidores, não paga o retroativo dos mesmos servidores, anuncia um aumento abusivo nos impostos e no seu discurso diz que “não fabrica dinheiro”, faz honrarias para autoridades com o “chapéu alheio” na verdade o “chapéu do povo”, com um gasto absurdo e desnecessário.

O que mais deixa a população aflita é que não tem aonde correr, pois a maioria do legislativo vota a favor do Prefeito, ignorando o clamor de seus eleitores, que em sua maioria é a população mais sofrida, os desempregados, aqueles que pagam seus impostos com dificuldades.

A PÁGINA DO HORA CERTA APÓIA E RESPEITA O POSICIONAMENTO DOS ÓRGÃOS DE IMPRENSA LOCAL, QUE DE FORMA IMPARCIAL BUSCAM INFORMAR A VERDADE DO QUE ACONTECE EM NOSSA CIDADE E SE POSICIONA CONTRA QUALQUER ATO DE AMEAÇA OU INTIMIDAÇÃO POR PARTE DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL.


FONTE: Dione Correia / Hora Certa

Nenhum comentário:

Postar um comentário