08 novembro 2017

Apartamento pega fogo e morador desesperado salta para a morte do 15º andar em Curitiba


Curitiba acordou nesta quarta-feira (8) com um novo incêndio e, desta vez, uma pessoa morreu e outra ficou ferida. O fogo tomou conta de um apartamento num prédio na esquina das Ruas Padre Agostinho com a Francisco Rocha, no bairro Bigorrilho, em Curitiba. O incêndio aconteceu após uma grande explosão e o fogo se alastrou rápido. A explosão ocorreu no apartamento 151, do 15 º andar do Edifício Ilha de Malta.

Segundo os bombeiros, tudo indica que um morador tenha se desesperado com o fogo e, sem ter como sair, acabou pulando do prédio. “Temos uma vítima fatal que saltou do prédio. Ele pulou tentando fugir, mas o fogo agora está controlado”, informou o cabo Veiga, do Corpo de Bombeiros. O morador morreu na queda de cerca de 30 metros de altura. Ele foi identificado como João Paulo de Gracia Corrêa, com idade aproximada de 55 anos.

O incêndio começou pouco antes das 6 horas. Moradores relatam que ouviram uma grande explosão e começaram a abandonar o prédio após vizinhos do edifício ao lado começarem a gritar “fogo”, “fogo”.  Quando os bombeiros chegaram, o prédio já estava sendo evacuado. Um outro morador do apartamento atingido, chamado Marcelo José,  foi socorrido até o Hospital Evangélico. Os dois seriam irmãos. A vítima socorrida sofreu queimaduras e inalou bastante fumaça.
O capitão Tomas, que comando as operações, afirmou que o morador pulou pouco antes da chegada da equipe. “Quando estávamos acessando ao apartamento, já perto de chegar no andar, ele se desesperou e acabou pulando. O irmão dele estava no banheiro e foi socorrido, a princípio sem risco de morte. A destruição foi completa no apartamento”, descreveu.
“Tudo indica que tenha sido um vazamento de gás. Foi um susto muito grande. Ouvimos várias explosões e todos saíram correndo”, contou um morador.
Outra mulher contou que ela acordou com um barulho forte e gritos. “Fui na janela e os vizinhos do outro prédio gritavam nas janelas falando fogo, fogo. Perguntei onde e disseram no meu prédio. Peguei meu marido e saímos correndo. Que tragédia meu Deus”, disse a moradora.
Os bombeiros conseguiram controlar o fogo por volta das 6h20. A fumaça preta tomou conta do bairro. O trânsito ficou bloqueado no cruzamento, próximo à Praça da Ucrânia.
Ontem (7), outro incêndio mobilizou os bombeiros em Curitiba quando o fogo tomou conta do prédio da Sociedade Água Verde, na Av. Iguaçu. Ninguém ficou ferido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário